Holanda vs. Espanha

11 07 2010

Agora é a hora da verdade!

Pois bem amigos do Punta Taco, é chegada a hora! Como diria a saudosa (e com todo respeito, gostosa) Leila Diniz, “Brigam Espanha e Holanda pelos direitos do mar” ou da pista? Nosso último comparativo da Copa não poderia ser outro, senão de dois supercarros oriundos das duas nações finalistas do mundial na África do Sul.

A Espanha enquanto construtor de automóveis, é uma espécie de “Uruguai”. Já teve muita tradição no passado, (como dissemos aqui na matéria dos velozes Pegasos), e além destes, da peninsula ibérica vieram também a Hispano-Suiza e Abadal. Hoje porém, o país é um grande produtor de automóveis  de montadoras multinacionais, e somente a Seat e a fabricante de utilitários Santana sobreviveram como matrizes.

O espirito superesportivo espanhol sobrevive agora apenas com raras iniciativas de pequenos fabricantes como a Tramontana, e a GTA Motor Competición que é na verdade uma equipe de corridas espanhola que compete na Fórmula 3 europeia, Superleague Formula , e nas competições GT de protótipos espanhola e do continente europeu. Entre as revelações deste time está o piloto espanhol Jaime Alguersuari.

GTA Motor: das pistas para a rua, praxe entre os fabricantes de supercarros.

Tanta expertise no mundo das competições, levou a GTA a fabricar em edição limitada para as ruas seu primeiro supercarro, o GTA Spano, o carro espanhol mais veloz de todos os tempos e um dos mais rápidos do mundo na atualidade. Apenas 99 unidades do Spano serão produzidas pela GTA na sua sede em Torrent, Valência.

A holandesa Spyker também tenta incluir a Holanda na elite de produtores de carros exóticos. A marca ganhou força recentemente quando comprou a combalida montadora sueca Saab, o que tornou a marca um pouco mais conhecida. A Spyker herda o nome da antiga marca holandesa de carros e aviões Spyker que fechou as portas em 1929.

"Nulla tenaci invia est via"

Além do nome o lema também se repete: Nulla tenaci invia est via, do latim algo como: “Para os tenazes nenhuma estrada é intransponível”. Certamente não para estes holandeses que competem também nas pistas. No passado recente tiveram até equipe de Fórmula 1, e na LeMans Series categoria GT2 colocaram um dos seus modelos, o C8 Laviolette, para competir.

O último lançamento da Spyker é o C8 Aileron Spyder, que na verdade em termos de desempenho e até de proposta não é lá muito comparável ao GT Spano, devido a superioridade em potência e performance do espanhol. Em comum no entanto a origem no mundo das corridas que ambas marcas europeias possuem. Se fosse pilotar uma destas máquinas, por qual optaria?

Aileron Spyder: Literalmente uma 'Laranja Mecânica'

Spyker C8 Aileron Spyder, 2010:  O supercarro holandês vem agora em versão conversível derivado do Laviolette, e é equipado com motor Audi V8 4.2 litros e 405cv. Sua carroceria é em alumínio, e seu interior vem em um sugestivo laranja que é revestido em couro, mas pode vir também em 14 tons. Sua capota tem por sua vez 8 opções de cores.

A transmissão pode ser automática ou manual de seis marchas, o acionamento da sua capota tem acionamento eletrohidráulico. O Aleiron por questões logistícas é fabricado em uma unidade da Spyker em Whitley, no Reino Unido.

A marca dispõe de uma crescente gama de modelos esportivos e são aguardadas futuras novidades após a aquisição da Saab, quem sabe virá em breve uma verdadeira “laranja mecânica” para encantar os automobilistas do mundo inteiro.

O carro mais veloz da Casa de Orange.

Carroceria em alumínio e interior em couro. Tudo feito a mão...

Fabricantes: (Sede): Zeewolde, Holanda  (Montagem): Whitley, Reino Unido.

  • Motor: 4.2 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 405cv @ 5800rpm
  • Torque: 49mkgf @ 4000rpm
  • 0-100km/h: 4.5s
  • Velocidade Máxima: 300km/h

 

GTA Spano: Poderosa fúria espanhola.

GTA Spano, 2010: Serão produzidas apenas 99 unidades deste que é simplesmente o mais furioso carro espanhol já lançado. O supercarro hispânico é feito em fibra de carbono e possui algumas amenidades tecnológicas, como um teto envidraçado de transparência regulável com cristal liquido, esse mesmo recurso é aplicado como Para-Sol. Compensando tanta visibilidade para frente e para o céu, não há no entanto, visibilidade traseira que só é possivel através de uma câmera.

Ajustável também é o sistema de suspensão, tanto em geometria como em altura. Os freios para estancar seus 780cv são em carbono-cerâmica. O motor é de Viper, um V10 de 8.3 litros. A transmissão é de semi-competição sequêncial com manopla atrás do volante automática, ou alavanca no console manual.

O Spano vem credenciado pela experiência da marca GTA nas pistas. É um supercarro de fato. Um touro furioso de quase 800cv que dará mais peso a camisa da Espanha no mundo do automóvel. Ele vem exatamente da terra onde nasceu em 1976 o pequeno Ford Fiesta, em Valência, o Spano torna-se então  um marco evolutivo do país em termos econômicos, tecnológicos e quiçá futebolísticos…

Lançamento do Spano na Ciutat de les Arts, em Valência.

 

Cockpit onde desfrutarão apenas 99 sortudos...

Fabricante: GTA Motor Competición – Torrent, Valência – Espanha

  • Motor:  8.3 litros, 10 cilindros em V
  • Potência: 780cv @ 6000rpm
  • Torque: 93,8 mkgf @ 4700rpm
  • 0-100km/h: 2.9s
  • Velocidade Máxima: 350km/h

Fonte Dados Técnicos: Fabricantes

Autor: Emerosn Martinez

¡Suerte Furia Roja!

 

 

 

Anúncios




Portugal vs. Brasil

25 06 2010

Portugal x Brasil: Mesma matriz, desenvolvimentos diferentes...

Na Copa de 1966, na Inglaterra, o Brasil de Pelé era atropelado por Portugal com seu fantástico “Pantera Negra” Eusébio. Os portugueses tiveram sua melhor campanha naquele mundial, mas não levaram a taça. Quatro anos depois, o Brasil tornou-se tri-campeão com a melhor seleção de futebol da história. Convenhamos, ao fim o Brasil triunfou sobre os patrícios lusos.

Mas no que tange aos automóveis, o Brasil não pratica um esporte campeão. Somos ainda um time de série B que se limita a satisfazer a demanda da torcida, mas sem dar show de bola, e que perde de goleada para o que se produz na Europa. Como constataremos neste comparativo entre dois Volkswagens, o ressuscitado hatch Scirocco da Volks europeia enfrenta  o último esportivo da Volkswagen brasileira o Golf GTI (descontinuado este ano), acho que de  novo os portugueses vencerão.

VW Scirocco TSI um "alemão" Made in Portugal.

Volkswagen Scirocco TSI, 2009:  Renascido e repaginado, o hatch compacto da Volkswagen europeia agora sai das terras lusitanas, mais precisamente da VW AutoEuropa, uma das mais modernas linhas de montagem do velho continente. O velho Scirocco foi produzido entre 1974 e 1992 e deixou vago o nicho de pequenos hatch ou mini cupê se preferir, como também havia sido outro VW do gênero o Corrado.

O Scirocco TSI foi lançado em 2008 tendo como base o conceito Iroq, desenhado por Giugiaro, o modelo TSI se utiliza de turbocompressor e rende 200cv. O pequeno esportivo luso-alemão tem muitas amenidades tecnológicas, como por exemplo, um sistema de direção eletro-mecânico que pode ser ajustado em 3 programas: Normal, Sport e Comfort. Tudo isso por módicos 23 mil euros, mas quanto custaria em Escudos? Ou melhor ainda em Reais?

Ao invés de muitos impostos, muita tecnologia...

Pise muito nos 'travões' para segurar os 200cv deste gajo o pá

Fabricante: Volkswagen AutoEuropa – Palmela, Portugal – União Europeia

  • Motor: 2.0 litros, 4 cilindros em linha, turbo
  • Potência:  200cv @ 6000rpm
  • Torque: 206lbs/ft @ 1700rpm
  • 0-100km/h: 7.2s
  • 0-400m: 15.3s
  • Velocidade Máxima: 234,9km/h

Você gostou dessa "nova" frente do Golf? Nem eu...

Volkswagen Golf GTI 2008: O Golf GTI foi certamente o VW mais veloz já produzido no Brasil, lançado primeiramente com 150cv, sua potência subiu para 180 e depois no final de sua carreira 193cv. Se a potência e o desempenho evoluíram, o mesmo não se pode dizer em inovação e design.

Enfrentando muitos concorrentes tais como: Fiat Marea Turbo, Audi A3 Turbo e por fim o moderníssimo Honda Civic SI. O Golf GTI não fez um bom papel dentro de campo, que depois da baixa receptividade da torcida,(consumidor) nas últimas temporadas, e um super inflacionado passe de 44 mil euros, acabou finalmente pendurando as chuteiras. Imagine então quantos “chuveirinhos” levaria este defasado atleta do craque Scirocco?

Um belo acabamento franciscano na cor "cinza-ratinho"

Motor de 193cv turbinado, pena que o Golf envelhecido estava incluído no pacote...

Fabricante: Volkswagen do Brasil S.A – São José dos Pinhais, PR – Brasil

  • Motor:  2.0 litros, 4 cilindros em linha, 20 válvulas
  • Potência: 193cv @ 5500rpm
  • Torque:  25,5 mkgf @ 1950rpm
  • 0-100km/h:  7.8s
  • 0-400m: 15.8s
  • Velocidade Máxima: 228, 8km/h

Fonte: Dados e imagens Golf: www.bestcars.com.br , Dados Scirocco: www.torquestats.com

Autor: Emerson Martinez





Eslováquia vs. Itália

24 06 2010

Apenas nesta imagem ambas nações jogam com igualdade de condições...

Ferrari e Porsche,  duas marcas de supercarros que já tiveram mais a ver uma com a outra, ainda que os alemães fossem mais tecnológicos e menos exclusivistas e egocêntricos que os italianos. Mas hoje a Porsche anda um tanto esquizofrênica, e resolveu lançar em 2005, um pesadíssimo SUV fabricado no leste europeu. Hoje a Porsche está mais próxima da Audi do que um dia esteve da Ferrari.

Já os italianos continuam fiéis como um cachorro ao que se convenciona chamar de supercarro europeu. Nada de SUV’s, sedãs, pick-ups ou furgonetas com emblema Ferrari (pra isso já existe a Fiat oras!). É isso que os alemães deveriam entender. Já que a Volks também possui muitos nichos através de suas muitas marcas, poderiam evitar o desenvolvimento de um utilitário justo na sua marca de supercarros vitoriosos.

Este comparativo é insólito (culpa dos alemães, da Porsche, da VW, ou até do Lula se preferir) e não há equilibrio algum entre a italiana Ferrari 458, e o germano- eslovaco Porsche Cayenne. Embora eu seja um detrator da Ferrari ainda mais em relação a sua rivalidade com a Porsche, reconheço que nesta comparação, a Itália goleia.

Obesidade mórbida: Para conquistar os corações (dólares) americanos, muitos quilos extra neste Porsche (?)

Porsche Cayenne Turbo S, 2010:  Ninguém aqui vai negar que trata-se de um carro alemão, mas para dar o tom da nossa brincadeira, vamos conceder também ao Porsche Cayenne o passaporte eslovaco. Primeiro porque os pobres eslovacos perderam a Skoda ao se separarem dos tchecos, segundo porque é também na Eslováquia onde ‘nasce’ ele e também seus outros irmãos gêmeos não-idênticos Audi Q7, e Volkswagen Touareg. Esses 3 SUV’s dividem a mesma plataforma.

A VW abriu uma planta em um país do leste europeu atrás de mão de obra barata, mas buscando consumidores de folha de pagamento bem cara. E a Porsche mais cobiçosa que nunca, quis lançar um SUV visando principalmente o mercado americano.

Em 2005 a Porsche assombrou/decepcionou seus fãs puristas (eu) ao lançar esse jipe de luxo com 4,8 metros de comprimento e 2,4 toneladas. Para mover esse rinoceronte é necessária a convocação de 550cv. A pesada e onerosa aberração chega, apesar do tamanho, a 285 km/h, uma verdadeira irresponsabilidade, imaginem a cratera que isto pode provocar colidindo com qualquer outra coisa? Bom…

Esse carro tem ótimo desempenho e é até bom de curvas, mas não deixa de ser um convite (caro) ao mau gosto. Poderia-se lançar um SUV até maior e mais dispendioso que este, mas nunca, jamais sob insígnia Porsche. O Cayenne é aquele time que vence mas não convence.

Este "utilitário" é tão necessário na terra, quanto uma geladeira é necessária para um esquimó...

Apesar da obesidade o Cayenne Turbo S se move rápido, graças ao seu V8 de 4.8 litros.

Fabricante: Volkswagen Slovakia a.s – Bratislava, Eslováquia – União Europeia.

  • Motor:  4.8 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 550cv @ 6000rpm
  • Torque: 76,5 mkgf @ 2.250rpm
  • 0-100km/h:  4.1s
  • 0-160km/h: 10.1s
  • 0-400m: 12,6s
  • Velocidade Máxima: 285km/h

Ferrari F458: os italianos vendem caro seus carros, mas não suas almas...

Ferrari F458 Italia, 2011:  Antes que o mundo acabe a Ferrari resolveu antecipar o sucessor da F430, a F458 2011. Ela tem quase 100cv a mais que a F40, que na sua época era a Ferrari top, a F458 hoje é o modelo de entrada da marca, seu desenho é bonito, o desempenho é excelente, e apesar de ser um modelo totalmente novo, todos conhecem a “camisa” e a tradição que tem a Ferrari.

Portanto, eles não precisam inventar “moda” e fugir do seu mercado exclusivo e lançar um jipe por exemplo. Quem gosta de Ferraris que os compre e/ou aceite como são. Quer um SUV? Compre um Toyota Land Cruiser pelo amor de deus…

Com 570cv a F458 acelera de 0 até 100km/h em somente 3.3 segundos, o melhor rival para esta macchina seria certamente o Porsche 911 Turbo GT2, mas eu prefiro compará-la com o Cayenne e rir muito ao fazer isso. Quem sabe mais pessoas sensatas se juntem a mim. De qualquer forma se a Ferrari resolver lançar o seu 4X4 “lameiro” o Capo Enzo Ferrari jura que sai da cova pra assombrar todo mundo…

O F458 pesa pouco mais da metade do Cayenne, e é mais que o dobro de carro.

Atrás do Cayenne: banco de bebê, atrás da F458: este belo motor...

 Fabricante: Ferrari S.p.A – Maranello, Emilia–Romagna – Itália

  • Motor:  4.5 litros, 8 cilindros em V
  • Potência:  570cv @ 9000rpm
  • Torque: 55 mkgf @ 6000rpm
  • 0-100km/h: 3.3s
  • 0-160km/h: 6.5s
  • 0-200km/h: 9.7s
  • 0-400m:  11.0s
  • Velocidade Máxima: 325km/h

Fontes: www.fastestlaps.com e Revista Car and Driver, Número 26

Autor: Emerson Martinez





Alemanha vs. Austrália

13 06 2010

O Clássico Supercarro X Muscle Car.

Se no futebol Alemanha x Austrália está longe de ser um clássico, o contrário poderíamos dizer destes dois modelos, que teriam tudo para duelar de igual para igual na pista. Supercarro contra muscle é sempre um clássico, muito embora haja muitos pontos destoantes, como o preço de um, dinâmica em curvas do outro, etc…Mas pelo menos neste conceito da Holden (GM australiana) os “ingleses de fazenda” capricharam no Monaro. E o pessoal da AMG com o Mercedes SL65 também não deixaram por menos. Qual destes modelo mereceria ser licenciado por você? Veja e decida.

Este Mercedão tem torque para mover montanhas...

Mercedes-Benz SL65 AMG Black Series, 2009: Por mais que uma montadora aumente a potência de um determinado modelo, existirão sempre os insatisfeitos. Principalmente se esta fábrica tiver uma preparadora afiliada. A AMG pegou a já suficientemente potente Mercedes SL65 e colocou mais alguns cavalos, afim de empurrar mais rapidamente ainda os mais de 1800kg do veículo.

Este Panzer teutônico possui 670 cavalos, e pasmem, 102 quilos de torque! E limitados eletronicamente! (Pra quê???), senão o carro chegaria a inacreditáveis 122 mkgf de pura truculência. Imagine essa coisa queimando pneus? Tal manobra poderia acordar até um vulcão.

Pesado e veloz como um jogador de Rugby...

Não é a fé que move montanhas, é este motor aqui...

Fabricante: Mercedes Benz A.G – Bremen, Alemanha

  • Motor: 6.0 litros, 12 cilindros em V
  • Potência: 670cv @ 5400rpm
  • Torque: 102 mkgf @ 2200rpm-4200rpm
  • 0-100 km/h: 3.8s
  • 0-160 km/h: 7.7s
  • 0-200 km/h: 11.0s
  • 0-400m: 11.8s
  • Velocidade Máxima: 320km/h (limitados eletronicamente) pra quê???

Holden Monaro HRT Concept: O tiro que não saiu da culatra...

Holden Monaro HRT 427 Concept, 2002: Uma pena, mas alguns conceitos saem da prancheta diretamente pro museu. E o com nosso Aussie Muscle, não foi diferente. Um crime, porque esse modelo tal como foi concebido é um legítimo Stock Car moderno. Nada a ver com essas gaiolas cobertas com uma bolha de fibra de vidro, imitando mal e porcamente um modelo de rua.

Essse Monaro cupê, reúne toda a experiência de pista da Holden, na Australian Supercar V8. São 560cv em um motor de 7 litros e 79,5 mkgf de torque, muita máquina para não se comercializar, mesmo que de forma limitada, deveriam ter ousado um pouco mais e colocado esse “Musclão” pra fazer listras no asfasto. Mas esse craque foi só promessa e não entrou em campo.

7.0 litros e 560cv que mal galoparam por ai...

Esta direção está do lado errado, do outro lado do mundo...rsrsrs!

Fabricante: GM Holden Limited – Port Melbourne, Victoria – Austrália

  • Motor: 7.0 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 560cv @ 6000rpm
  • Torque: 79,5 mkgf @ 4800rpm
  • 0-100 km/h: 3.8s
  • 0-160 km/h:  8.4s
  • 0-400m: 11.8s
  • Velocidade Máxima:  300km/h

Video Mercedes-Benz SL65 AMG Black Series:

(Infelizmente não foram encontrados videos do Holden  Monaro HRT 427, futuramente porém, este post poderá  ser atualizado.)

Se possível dê sua opinião aqui no Punta Taco. Diga que modelo deste comparativo você mais gostou e porquê, esperamos sua participação!

Fonte: Dados das montadoras.

Autor: Emerson Martinez

 





Inglaterra vs. Estados Unidos

12 06 2010

Não são supercampeões no futebol, mas ambos tem supercarros.

Nesse duelo de ‘metrópole’ contra ‘colônia’ já tivemos a zebra futebolística de 1950 no futebol. Mas falando de supercarros, seria equilibrado um duelo entre o mítico McLaren F1 de 1992, o carro de produção contínua mais rápido do século XX, e o recém lançado Corvette ZR1 2009, o mais rápido GM da história? Veja e decida quem ganha esse racha, camisa e potência para esses dois não faltam.

McLaren F1: Quase 400km/h

McLaren F1, 1992:  O próprio nome já diz, em 92 a McLaren não queria somente produzir mais um supercarro, mas algo que se aproximasse o máximo possível de um carro de Fórmula 1 para as ruas, e eles conseguiram. Além do “F1” a posição central do motorista era outro lembrete de que o modelo era quase um monoposto legalizado para pobres, ou melhor, ricos mortais.

O motor era um V12 da BMW, que gerava 627 cavalos. Além de exuberante potência, o revestimento do cofre do motor era folheado a ouro (!), um verdadeiro Fort Inox móvel. Apenas 100 foram produzidos, 36 de competição, e o preço? Esquece, nem a folha de pagamento do Manchester United pode comprar o velocíssimo F1.

O estábulo dourado, 627cv

O McLaren tem as portas abertas só para "boleiros" milhionários

Fabricante: McLaren Automotive – Woking, Surrey – Reino Unido

  • Motor: 6.1 litros, 12 cilindros em V
  • Potência: 627cv @ 7500rpm
  • Torque: 69,3 mkgf @ 5600rpm
  • 0-100km/h: 3.2s
  • 0-160km/h: 6.3s
  • 0-200km/h: 9.4s
  • 0-300km/h: 22s
  • 0-400m: 10.8s
  • Velocidade Máxima: 386km/h

Ao contrário da McLaren, a GM quer ver o "povo" a mais de 300km/h

Chevrolet Corvette ZR1, 2009: Após um hiato de 14 anos, a GM, à beira da falência, trouxe de volta em 2009 a versão mais musculosa dos Corverttes modernos, o ZR1. E este Corvette assim como a seleção americana de 1950, pertence a classe “operária”, custando cerca de US$ 113.000. Praticamente de graça, perto dos milhões do McLaren F1. Mas será que este GM, que é o mais rápido Chevrolet da história, teria talento pra driblar em campo em pista o McLaren F1?  Tal qual fizeram seus compatriotas em 1950, naquele surpreendente jogo em Belo Horizonte?

O veloz Chevy terá uma produção de 2000 unidades/ano, não será portanto uma figurinha tão rara quanto o McLaren. Mas esses dois são absolutamente colecionáveis, rápidos e com status de lendas.

Pechincha: 638cv por só 113 mil doláres...

O craque yankee está em plena forma.

Fabricante: General Motors Company – Bowling Green, Kentucky – Estados Unidos

  • Motor: 6.2 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 638cv
  • Torque: 83,5 mkgf
  • 0-100km/h: 3.2s
  • 0-160 km/h: 6.3s
  • 0-200 km/h: 10.3s
  • 0-300 km/h: 32.6s
  • 0-400m: 11.2s
  • Velocidade Máxima: 330km/h

Video McLaren F1:

Video Corvette ZR1:

-Se possível dê sua opinião aqui no Punta Taco. Diga que modelo deste comparativo você mais gostou e porquê, esperamos sua participação!

Fonte: www.fastestslaps.com

Autor Emerson Martinez





África do Sul vs. México

11 06 2010

É chegada a hora! Quais destes esportivos se classificariam para uma vaga na sua garagem?

Em ‘Confrontos da Copa’ queremos saber a sua opinião. Entre esportivos clássicos e atuais, muscle cars, supercarros, roadstes e até SUV’s queremos saber quais destes “craques” você queria no seu time de carros. E pra começar dois que abriram a Copa do Mundo, África do Sul e México.

Representando os Bafana Bafana, o Muscle Africano Chevrolet Firenza Can-Am 1973, série especial raríssima de apenas 100 unidades com motor de Camaro 302 e 290cv . Do Lado mexicano o moderno roadster Mastretta MXT 2008, equipado com motor Ford Duratc de 240cv. Escolha quem tem mais folêgo e desempenho nessa Copa!

Do lado Africano joga esse belo Chevrolet Firenza de 5 litros e 290cv

Chevrolet Firenza Can-Am 1973:  Um dos raros Muscle Cars sul-africanos, este chevrolet tem origem no Vauxhall Firenza inglês, porém a versão Bafana Bafana é muito mais atlética. Este modelo foi equipado com o motor do Camaro Z/28 de 1969, são 290cv e um desempenho avassalador, já que o Firenza africano é um tanto quanto menor e mais leve que o Camaro. Foram fabricadas apenas 100 unidades, somente para homologar o modelo nas provas de turismo na África do Sul.

De tão raro, até réplicas deste modelo alcançam valores vultuosos, nascido sob o regime cruel do Apartheid, talvez hoje o Firenza sirva de inspiração para o desenvolvimento da industria automoilística sul-africana hoje.

  • Motor: 5.0 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 290cv @ 4600rpm
  • Torque: 44,3 mkgf @ 2400rpm
  • Aceleração 0 a 100km/h: 5.4s
  • Velocidade Máxima: 229km/h

Com tantos cavalos será que dá zebra?

 
 
 
 

Pela seleção mexicana joga o picante MXT

Mastretta MXT 2008: O MXT tem muita fibra, fibra de vidro, e é uma iniciativa da empresa Tecnoidea de produzir um esportivo 100% mexicano, ou quase, num país repleto de fabricantes estrangeiros. Apresentado como protótipo em 2008, o MXT iniciou sua produção em dezembro daquele ano, visando principalmente o mercado americano e europeu.

Seu motor é um Ford Duratec de 240cv, que empurram só 970kg. É de se esperar um excelente desempenho de um carro compacto como este, que chegou a ser chamado de “Lotus Elise Latino.”  Associações à parte, o MXT Mastretta prova que nem só de Fusions ou Captivas vive o México.

  • Motor: 2.0 litros, 4 cilindros em linha
  • Potência: 240cv
  • Aceleração de 0 a 100km/h: 5.8s
  • Velocidade Máxima: 230km/h

 

O Mastretta é muita treta...

-Se possível dê sua opinião aqui no Punta Taco. Diga que modelo deste comparativo você mais gostou e porquê, esperamos sua participação!

Fonte : Dados de fábrica

Autor : Emerson Martinez