A Fénix!

22 08 2012

Visite nossa fanpage de carros clássicos no Facebook!

Pessoal, é com grante satisfação que retomaremos as atividades neste blog, novas matérias, publicação de testes, e muitas novidades como por exemplo nossa fanpage no Facebook, a Word Classic Cars onde há foram postadas mais de 2000 imagens de carros clássicos do mundo inteiro, dividos por álbuns e países em imagens raras e em sua maioria grandes e/ou de alta resolução. Vão de  automóveis de grandes potências automobilístcas a até pequenas nações produtoras, entre nossas raras imagens foram publicadas muita publicidade antiga também. Vale a pena conferir, curta nossa página!

https://www.facebook.com/WorldClassicCars

Pedimos desculpas aos que acompanhavam nosso blog, vamos voltar de forma definitiva após quase 2 anos! É o corre-corre da vida, mas enfim quem curte automóveis esportivos, luxuosos antigos e as grandes marcas mundiais sempre será bem-vindo aqui e encontrará sempre coisas interessantes. Obrigado à todos e nos vemos amanhã!





Pagani Zuuummm!

17 08 2010

O novo recordista de Nürburgring, de novo um italiano...

O reinado da Ferrari 599XX em Nürburgring durou pouco, o rival igulamente caro, exclusivo, e feio Pagani Zonda R tomou-lhe o posto da mítica pista alemã. Está declarada a guerra dos supercarros! Quando é que o Bugatti Veyron deixará de ser um artefato de grã-finos e entrará na pista para provar que realmente é o automóvel mais veloz do mundo? Bom…

A vantagem foi de um pouco mais de meio segundo, então pilotos da 599XX podem perfeitamente dar o troco. O Pagani Zonda R conta com um motor  de 6 litros, V12 de origem Mercedes AMG rendendo 750cv à 8000 rpm e custa nada menos que US$ 1,2 milhão. Pelo menos este supercarro consegue chamar mais a atenção pela performance documentada em pista, que pelo seu preço pornográfico…

Esse não gira em pedestal, corre em pista...

Agora Nürburgring Ficou Assim:

  • 6:47.50 Pagani Zonda R (750cv)
  • 6:58:16 Ferrari 599XX (700cv)
  • 7:22:09 BMW E46 CSL Loaded (550cv)
  • 7:22:10 Dodge Viper ACR (600cv)
  • 7:26:40 Chevrolet Corvette ZR1 (638cv)

Emerson Martinez





“Vamos sacudir, sacudir pelas ruas.”

5 08 2010

King Tee e os chassis saltadores do Lowrider...

Lowrider é mais do que um carro “tunado” é uma cultura urbana criada pelos imigrantes hispânicos da Califórnia do pós-guerra. Suspensões hidráulicas, solenóides, muitas baterias e a devoção à Virgem de Guadalupe fazem parte deste extrato social que hoje é difundido mundialmente.

Precisamente nos anos 90 a cultura Lowrider encontrou outra cultura, a do Hip Hop da costa -oeste  americana, tanto que transformou o Impala principlamente os modelos 63 e 64 em ícones do rap na época. Os Lowriders passaram a serem desenvolvidos também nos guetos afro-americanos, e os rappers não ficaram de fora; Snoopy Doggy Dogg, Dr Dre, Cypress Hill, e também King Tee, que na minha opinião, tem o melhor clipe e música de Lowrider.

Na faixa ‘Dippin’ do album  IV Life, (na tradução do inglês, dippin é  algo como sacudir para frente e para trás) o rapper infesta as ruas do bairro Creenshaw, em Los Angeles, de Impalas de várias gerações, e outras barcas imensas como Cadillacs e alguns Monte Carlos. Hoje porém, a população negra dos EUA, deixou um pouco de lado os Lowriders, preferindo SUV’s modernas equipadas com um bom sistema de áudio e com rodas cromadas de grande aro, categoria essa chamada lá de DUB.

Espero que gostem da música e dos Lowriders, sempre que vejo esse clipe me dá vontade de ter um…

-Emerson Martinez

O Impala é o carro do Gangsta Rap...(Com uma pistola dessa quem precisa de blindagem? rsrsrsrs)





Quem pilota como o Ken?

31 07 2010

Ken Block: Piloto de rali mas poderia ser de fuga também...

Ken Block, piloto norte-americano de rali da WRC, foi o protagonista deste video espetacular a bordo de um Subaru Impreza WRX STI versão hatch preparado, com mais de 560cv. Técnicas de Drift, rali, e até de fuga se bobear, fora o show de imagens em slow-motion. Enfim, não quero me alongar muito, quem é capaz de pilotar assim? O Ken é…

Emerson Martinez.





Antigos Vs Modernos.

28 05 2010

Golfs GTI 1976 e 2004: Top Gear põe à prova distantes gerações.

Sempre com abordagens e pautas interessantes, o programa automobilístico Top Gear da BBC britânica, dá aula de como se faz um informativo com automóveis, longe desses programecos comprados que funcionam como um press-release das montadoras. Desta vez Jeremy Clarkson resolveu desafiar seu colega de Top Gear Richard Hammond para um embate de gerações, cada um apostando suas fichas em modelos iguais ou semelhantes de épocas diferentes.

O duelo começa com um ícone esportivo da Volkswagen, o Golf GTI 1976 de primeira geração e o modelo de 28 anos depois, o 2004. Os pequenos Toyotas MR1 e MR2 rivalizam os anos 80 com o novo milênio, assim como os Peugeot 205 GTI e 206 RC, e 2 outros japoneses, os cupês da Nissan 300ZX e 350Z. Também há o duelo entre as Fords alemã e britânica, com o Ford Focus RS e o Ford Escort Cosworth respectivamente.

Quem nunca imaginou um racha entre Porsches 911 de diferentes gerações por exemplo? Ou de Mustangs de diferentes décadas? Pois esta é a magia do programa Top Gear, colocar em prática aquilo que nós aficionados só imaginamos. E quem ganhou o duelo entre antigos e modernos? Confira o excelente video e descubra!

-Emerson Martinez

1992 X 2002: O Escort Cosworth enfrenta seu sucessor, o Focus RS.





Luz, Câmera…Aceleração!

17 05 2010

Charger: Nunca foi nomeado ao Oscar...

Com seu visual agressivo e ar soturno, o Charger R/T de 1968 a 1970, brilhou nas telas de cinema durante mais de 4 décadas. Seus proprietários quase sempre são vilões  ou anti-heróis, e salvo algumas participações secundárias, ou mesmo figurativas, o lendário Muscle ruge seu imenso motor, fazendo tremer os cinemas pelo mundo.

Desde o clássico policial Bullit de 1968, e a mitíca perseguição contra um Mustang GT, até o ínicio do século XXI tirando um racha com um Toyota Supra em Velozes e Furiosos, o Charger mantém vivo  para as novas gerações o legado Muscle Car. Não que todos seus “papéis” sejam dignos de lembrança, para os puristas, uma mácula: A série de TV e mais recentemente o filme Dukes of Hazzard (Os Gatões) que destruiu sistematicamente centenas de raros Chargers 69, principalmente naquelas cenas exageradas e ridiculas de salto. Realmente um desperdício de rolos de filme, e pior ainda, de bons modelos Charger.

Há também momentos antológicos como o duelo com o Mustang GT, no filme Bullit onde ambos antigiram reais 195km/h, algo impensável no cinema atual. Em Fuga Alucinada, com Peter Fonda, ele substitui com louvor um Impala 66 como carro de fuga de mecânicos que se tornam ladrões ocasionais. Na refilmagem para a TV de Vanishing Point (Corrida Contra o Destino), dois policiais a bordo de um Charger preto perseguem Kowalski e seu Challenger branco, nessa briga em familia quem ganhou foram os fãs dos modelos Mopar.

Além de velocidade o ‘Dodjão’ americano tem estilo, as câmeras o adoram, por isso o carro é sempre lembrando pelos produtores para participações menos agitadas, mas não menos impactantes como o veículo do vampiro Blade interpretado por Wesley Snipes, ou no filme Christine, sendo o carro de Dennis (John Stockwell) o rapaz que tenta dissuadir seu amigo Arnie Cunningham (Keith Gordon) primeiramente a não comprar, e depois se livrar, de seu possuído Plymouth Fury 1958.

Enfim, a filmografia deste clássico é extensa e sua carreira na telona ainda não acabou, esperamos cada vez mais poder vê-lo em belos filmes com o máximo de velocidade, e se possivel, com o minimo de avarias, os fãs da sétima arte e de V8 como eu, agradecem.

-Emerson Martinez

Bullit (1968)

Fuga Alucinada (1974)

Cannonball! (1976)

Black Heat (1976)

Os Gatões (Série de TV, 1979 - 1985)

Christine (1983)

Duro de Espiar (1996)

Corrida Contra o Destino (Refilmagem TV, 1997)

Blade (Filme, 1998)

Velozes e Furiosos (2001)

Narco (2004)

Os Gatões (Filme, 2005)

Blade (Série de TV, 2006)

Velozes e Furiosos 4 (2009)

SLIDES:

Este slideshow necessita de JavaScript.

VIDEOS:





Ciao Viper…

12 05 2010

599XX: "Piò veloce"

Ciao mesmo…além da aposentadoria do Dodge Viper, não muito tempo depois da aquisição da Chrysler pelo Grupo Fiat, a Ferrari pertencente ao mesmo grupo (e de mesma nacionalidade) bateu em Nürburgring o recorde que antes era do Dodge Viper ACR. Será um recado implícito dos europeus? Do tipo: “Somente nós podemos construir Supercarros?”

Digo isso porque sempre percebi em programas de TV e Top Gears da vida, que além daqueles velhos clichês contra carros americanos sobre seu suposto pior acabamento, pior dinâmica em curvas, etc. Eles sempre também se mostraram um tanto incomodados pela habilidade americana em oferecer carros muito potentes e velozes por um baixo preço.

Ao que interessa, a Ferrari 599XX cumpriu, os mais de 20km de Nürburgring, em 6 minutos e 58 segundos, foi a primeira vez que a barreira de 7 minutos foi quebrada por um carro de produção. O Viper ACR ficou agora com o segundo posto e não podemos dizer que não foi por muito, seu tempo era de 7 minutos e 22 segundos.

Uma das razões, claro, é a diferença de potência. O carro de Maranello tem um V12, 6 litros e 700cv, enquanto que o de Detroit possui um V10, 8.4 litros e 600cv. Convenhamos, 100cv de potência de diferença contam muito, ainda que algum tifosi vá argumentar que suas macchinas são muito superiores…

Diferenças entre a 599XX e o modelo "comum"

Tudo uma péssima notícia para mim, fã de Muscle Cars e dos modelos Mopar (e nada fã de Ferraris…), comemorei muito quando em 1992 a Dodge lançou o Viper em 1992, terreno que nos EUA a GM reinava sozinha com seu Corvette. Porém hoje muita tristeza, pois o “Dodjão” de 10 cilindros se aposenta e ainda destronado da mítica pista alemã.

OS VIDEOS

DODGE VIPER ACR:

ACR: 7 minutos e 22 segundos.

FERRARI 599XX:

599XX: 6 minutos e 58 segundos.

-Emerson Martinez