Os Foguetes de Rüsselsheim

14 09 2010
1968 Opel GT

Opel: A matriz que na verdade é filial.

Nascida como fábrica de máquinas de costura em 1863, a Opel entrou no ramo automobilístico em 1899, e em 1929 tornou-se uma subsidiária da General Motors americana. Mas sua linha de produtos nunca teve muito a ver com o que os americanos produziram.

Apesar disso, a montadora alemã foi o embrião de outras ‘GMs’ pelo mundo, como a Holden australiana, a Vauxhall britânica, e a Chevrolet brasileira. A ligação financeira quase umbilical da Opel com a combalida General Motors quase a levou junto à falência. Seja como for eis aqui alguns dos melhores modelos produzidos em Rüsselsheim ou nas suas outras 9  fábricas espalhadas pela Europa.

Emerson Martinez

Anúncios




Fonds d’Écran – Esportivos Franceses

6 09 2010
1970 Renault Gordini R12

Franceses: 'Feios' com conteúdo...

Os carros franceses são famosos pela feiúra, ou pelo menos por alguns exóticos e polêmicos designs, mas também pela tecnologia e inovações empregadas, sabendo como aliar sofisticação e praticidade. As marcas francesas não são tão lembradas pela esportividade quanto as alemãs e italianas, mas objetivamente falando, tiveram semelhante êxito competitivo. Carros velozes e de excelente performance que vão desde pequenos hatches apimentados até carros campeões de F1. Pra brasileiro que gosta de acelerar vale a pena ser freguês dos franceses. Allez!

-Emerson Martinez





Portugal vs. Brasil

25 06 2010

Portugal x Brasil: Mesma matriz, desenvolvimentos diferentes...

Na Copa de 1966, na Inglaterra, o Brasil de Pelé era atropelado por Portugal com seu fantástico “Pantera Negra” Eusébio. Os portugueses tiveram sua melhor campanha naquele mundial, mas não levaram a taça. Quatro anos depois, o Brasil tornou-se tri-campeão com a melhor seleção de futebol da história. Convenhamos, ao fim o Brasil triunfou sobre os patrícios lusos.

Mas no que tange aos automóveis, o Brasil não pratica um esporte campeão. Somos ainda um time de série B que se limita a satisfazer a demanda da torcida, mas sem dar show de bola, e que perde de goleada para o que se produz na Europa. Como constataremos neste comparativo entre dois Volkswagens, o ressuscitado hatch Scirocco da Volks europeia enfrenta  o último esportivo da Volkswagen brasileira o Golf GTI (descontinuado este ano), acho que de  novo os portugueses vencerão.

VW Scirocco TSI um "alemão" Made in Portugal.

Volkswagen Scirocco TSI, 2009:  Renascido e repaginado, o hatch compacto da Volkswagen europeia agora sai das terras lusitanas, mais precisamente da VW AutoEuropa, uma das mais modernas linhas de montagem do velho continente. O velho Scirocco foi produzido entre 1974 e 1992 e deixou vago o nicho de pequenos hatch ou mini cupê se preferir, como também havia sido outro VW do gênero o Corrado.

O Scirocco TSI foi lançado em 2008 tendo como base o conceito Iroq, desenhado por Giugiaro, o modelo TSI se utiliza de turbocompressor e rende 200cv. O pequeno esportivo luso-alemão tem muitas amenidades tecnológicas, como por exemplo, um sistema de direção eletro-mecânico que pode ser ajustado em 3 programas: Normal, Sport e Comfort. Tudo isso por módicos 23 mil euros, mas quanto custaria em Escudos? Ou melhor ainda em Reais?

Ao invés de muitos impostos, muita tecnologia...

Pise muito nos 'travões' para segurar os 200cv deste gajo o pá

Fabricante: Volkswagen AutoEuropa – Palmela, Portugal – União Europeia

  • Motor: 2.0 litros, 4 cilindros em linha, turbo
  • Potência:  200cv @ 6000rpm
  • Torque: 206lbs/ft @ 1700rpm
  • 0-100km/h: 7.2s
  • 0-400m: 15.3s
  • Velocidade Máxima: 234,9km/h

Você gostou dessa "nova" frente do Golf? Nem eu...

Volkswagen Golf GTI 2008: O Golf GTI foi certamente o VW mais veloz já produzido no Brasil, lançado primeiramente com 150cv, sua potência subiu para 180 e depois no final de sua carreira 193cv. Se a potência e o desempenho evoluíram, o mesmo não se pode dizer em inovação e design.

Enfrentando muitos concorrentes tais como: Fiat Marea Turbo, Audi A3 Turbo e por fim o moderníssimo Honda Civic SI. O Golf GTI não fez um bom papel dentro de campo, que depois da baixa receptividade da torcida,(consumidor) nas últimas temporadas, e um super inflacionado passe de 44 mil euros, acabou finalmente pendurando as chuteiras. Imagine então quantos “chuveirinhos” levaria este defasado atleta do craque Scirocco?

Um belo acabamento franciscano na cor "cinza-ratinho"

Motor de 193cv turbinado, pena que o Golf envelhecido estava incluído no pacote...

Fabricante: Volkswagen do Brasil S.A – São José dos Pinhais, PR – Brasil

  • Motor:  2.0 litros, 4 cilindros em linha, 20 válvulas
  • Potência: 193cv @ 5500rpm
  • Torque:  25,5 mkgf @ 1950rpm
  • 0-100km/h:  7.8s
  • 0-400m: 15.8s
  • Velocidade Máxima: 228, 8km/h

Fonte: Dados e imagens Golf: www.bestcars.com.br , Dados Scirocco: www.torquestats.com

Autor: Emerson Martinez





Eslováquia vs. Itália

24 06 2010

Apenas nesta imagem ambas nações jogam com igualdade de condições...

Ferrari e Porsche,  duas marcas de supercarros que já tiveram mais a ver uma com a outra, ainda que os alemães fossem mais tecnológicos e menos exclusivistas e egocêntricos que os italianos. Mas hoje a Porsche anda um tanto esquizofrênica, e resolveu lançar em 2005, um pesadíssimo SUV fabricado no leste europeu. Hoje a Porsche está mais próxima da Audi do que um dia esteve da Ferrari.

Já os italianos continuam fiéis como um cachorro ao que se convenciona chamar de supercarro europeu. Nada de SUV’s, sedãs, pick-ups ou furgonetas com emblema Ferrari (pra isso já existe a Fiat oras!). É isso que os alemães deveriam entender. Já que a Volks também possui muitos nichos através de suas muitas marcas, poderiam evitar o desenvolvimento de um utilitário justo na sua marca de supercarros vitoriosos.

Este comparativo é insólito (culpa dos alemães, da Porsche, da VW, ou até do Lula se preferir) e não há equilibrio algum entre a italiana Ferrari 458, e o germano- eslovaco Porsche Cayenne. Embora eu seja um detrator da Ferrari ainda mais em relação a sua rivalidade com a Porsche, reconheço que nesta comparação, a Itália goleia.

Obesidade mórbida: Para conquistar os corações (dólares) americanos, muitos quilos extra neste Porsche (?)

Porsche Cayenne Turbo S, 2010:  Ninguém aqui vai negar que trata-se de um carro alemão, mas para dar o tom da nossa brincadeira, vamos conceder também ao Porsche Cayenne o passaporte eslovaco. Primeiro porque os pobres eslovacos perderam a Skoda ao se separarem dos tchecos, segundo porque é também na Eslováquia onde ‘nasce’ ele e também seus outros irmãos gêmeos não-idênticos Audi Q7, e Volkswagen Touareg. Esses 3 SUV’s dividem a mesma plataforma.

A VW abriu uma planta em um país do leste europeu atrás de mão de obra barata, mas buscando consumidores de folha de pagamento bem cara. E a Porsche mais cobiçosa que nunca, quis lançar um SUV visando principalmente o mercado americano.

Em 2005 a Porsche assombrou/decepcionou seus fãs puristas (eu) ao lançar esse jipe de luxo com 4,8 metros de comprimento e 2,4 toneladas. Para mover esse rinoceronte é necessária a convocação de 550cv. A pesada e onerosa aberração chega, apesar do tamanho, a 285 km/h, uma verdadeira irresponsabilidade, imaginem a cratera que isto pode provocar colidindo com qualquer outra coisa? Bom…

Esse carro tem ótimo desempenho e é até bom de curvas, mas não deixa de ser um convite (caro) ao mau gosto. Poderia-se lançar um SUV até maior e mais dispendioso que este, mas nunca, jamais sob insígnia Porsche. O Cayenne é aquele time que vence mas não convence.

Este "utilitário" é tão necessário na terra, quanto uma geladeira é necessária para um esquimó...

Apesar da obesidade o Cayenne Turbo S se move rápido, graças ao seu V8 de 4.8 litros.

Fabricante: Volkswagen Slovakia a.s – Bratislava, Eslováquia – União Europeia.

  • Motor:  4.8 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 550cv @ 6000rpm
  • Torque: 76,5 mkgf @ 2.250rpm
  • 0-100km/h:  4.1s
  • 0-160km/h: 10.1s
  • 0-400m: 12,6s
  • Velocidade Máxima: 285km/h

Ferrari F458: os italianos vendem caro seus carros, mas não suas almas...

Ferrari F458 Italia, 2011:  Antes que o mundo acabe a Ferrari resolveu antecipar o sucessor da F430, a F458 2011. Ela tem quase 100cv a mais que a F40, que na sua época era a Ferrari top, a F458 hoje é o modelo de entrada da marca, seu desenho é bonito, o desempenho é excelente, e apesar de ser um modelo totalmente novo, todos conhecem a “camisa” e a tradição que tem a Ferrari.

Portanto, eles não precisam inventar “moda” e fugir do seu mercado exclusivo e lançar um jipe por exemplo. Quem gosta de Ferraris que os compre e/ou aceite como são. Quer um SUV? Compre um Toyota Land Cruiser pelo amor de deus…

Com 570cv a F458 acelera de 0 até 100km/h em somente 3.3 segundos, o melhor rival para esta macchina seria certamente o Porsche 911 Turbo GT2, mas eu prefiro compará-la com o Cayenne e rir muito ao fazer isso. Quem sabe mais pessoas sensatas se juntem a mim. De qualquer forma se a Ferrari resolver lançar o seu 4X4 “lameiro” o Capo Enzo Ferrari jura que sai da cova pra assombrar todo mundo…

O F458 pesa pouco mais da metade do Cayenne, e é mais que o dobro de carro.

Atrás do Cayenne: banco de bebê, atrás da F458: este belo motor...

 Fabricante: Ferrari S.p.A – Maranello, Emilia–Romagna – Itália

  • Motor:  4.5 litros, 8 cilindros em V
  • Potência:  570cv @ 9000rpm
  • Torque: 55 mkgf @ 6000rpm
  • 0-100km/h: 3.3s
  • 0-160km/h: 6.5s
  • 0-200km/h: 9.7s
  • 0-400m:  11.0s
  • Velocidade Máxima: 325km/h

Fontes: www.fastestlaps.com e Revista Car and Driver, Número 26

Autor: Emerson Martinez





Renault Mégane RS 2010

7 04 2010

Novo Mégane RS: Menos feiúra, mais desempenho

Os franceses tem uma certa fama de fazer carros feios, mas o francês (na verdade franco-espanhol) Mégane RS, é uma exceção (ou quase), ganhando cerca de 30cv a mais em relação a versão anterior, e muitos pontos extras em estética. O novo Mégane tem uma versão esportiva que o torna um dos mais rápidos Renaults da história.

Não que a concorrência esteja dormindo, em matéria de hatches esportivos a Europa está bem servida. Com foguetinhos como: Focus RS, León Cupra, Golf R32 e Civic Type R. Excluindo-se o Honda nipo-inglês os outros citados tem mais cavalaria que o Renault. Mas os parisienses não deixam por menos,  e tem muito a transferir em tenologia, já que tem muita experiência no principal laboratório automobilístico. A Formúla 1.

Renault F1: Expertise das pistas para a rua.

Belas rodas aro 18.

Escape central, gostei!

O Mégane RS vem com motor de 2 litros, turbo alimentado, que lhe dá um bom torque de 34,7kg. Sendo que 80% deste torque vem com apenas 1900 rpm. Para aumentar ainda mais seu poder de arrancada (já que tem tração dianteira), o carro é dotado de um diferencial auto-bloqueante. A potência é de 250cv.

No câmbio, você tem alertas visuais e sonoros para a troca de marchas. Os bancos dianteiros são em forma de concha, similares aos de competição. Pedais esportivos, conta-giros de fundo amarelo completam um acabamento bem agressivo.

Lindo painel, apenas uma ressalva a exagerada inclinação dos mostradores.

O conta-giros amarelos é um charme à parte.

A Renault mandou bem também nos pedais.

Bancos que vestem.

As entranhas do Mégane.

Veredicto: Enquanto os brasileiros pagam muito caro para guiar Renaults como o Logan, Sandero ou um Clio defasado e de motor bem cansado, os europeus podem por exemplo, adquirir por um preço justo um belo Hatch da Renault que chega a quase 250km/h. A gasolina deles é mais cara, as leis de poluentes são muito mais rigidas, então qual é a explicação? Enquanto ela não vem sinta inveja dos motoristas europeus.

 

245km/h por 30.000 euros.

Videos: O primeiro é de  impressões sobre o carro da revista holandesa AutoWeek. O segundo é um passeio nas ruas de Mônaco com o piloto de F1 Fernando Alonso (quando este estava na Renault) e o último é uma breve espiada na fábrica do Mégane RS na Espanha.

Ficha Técnica

Fabricante: FASA Renault – Palencia, Castilla y León, Espanha – União Européia

Motor

  • Cilindrada: 2.0 litros
  • Torque: 34,7kgfm @ 3000rpm
  • Potência: 250cv @ 5500rpm
  • Relação peso/potência: 5,7 kg/cv

Dimensões e Peso

  • Comprimento: 4,22m
  • Largura: 1,80m
  • Peso: 1422kg

Desempenho

  • 0 a 100km/h: 6.5s
  • 0 a 120km/h: 8.5s
  • 0 a 160km/h: 14.6s
  • 0 a 1000m: 25.7s
  • Velocidade Máxima: 245km/h

Fonte: Revista Sport Auto, Janeiro de 2010.

Autor: Emerson Martinez.