A Fénix!

22 08 2012

Visite nossa fanpage de carros clássicos no Facebook!

Pessoal, é com grante satisfação que retomaremos as atividades neste blog, novas matérias, publicação de testes, e muitas novidades como por exemplo nossa fanpage no Facebook, a Word Classic Cars onde há foram postadas mais de 2000 imagens de carros clássicos do mundo inteiro, dividos por álbuns e países em imagens raras e em sua maioria grandes e/ou de alta resolução. Vão de  automóveis de grandes potências automobilístcas a até pequenas nações produtoras, entre nossas raras imagens foram publicadas muita publicidade antiga também. Vale a pena conferir, curta nossa página!

https://www.facebook.com/WorldClassicCars

Pedimos desculpas aos que acompanhavam nosso blog, vamos voltar de forma definitiva após quase 2 anos! É o corre-corre da vida, mas enfim quem curte automóveis esportivos, luxuosos antigos e as grandes marcas mundiais sempre será bem-vindo aqui e encontrará sempre coisas interessantes. Obrigado à todos e nos vemos amanhã!

Anúncios




Os Foguetes de Rüsselsheim

14 09 2010
1968 Opel GT

Opel: A matriz que na verdade é filial.

Nascida como fábrica de máquinas de costura em 1863, a Opel entrou no ramo automobilístico em 1899, e em 1929 tornou-se uma subsidiária da General Motors americana. Mas sua linha de produtos nunca teve muito a ver com o que os americanos produziram.

Apesar disso, a montadora alemã foi o embrião de outras ‘GMs’ pelo mundo, como a Holden australiana, a Vauxhall britânica, e a Chevrolet brasileira. A ligação financeira quase umbilical da Opel com a combalida General Motors quase a levou junto à falência. Seja como for eis aqui alguns dos melhores modelos produzidos em Rüsselsheim ou nas suas outras 9  fábricas espalhadas pela Europa.

Emerson Martinez





Fonds d’Écran – Esportivos Franceses

6 09 2010
1970 Renault Gordini R12

Franceses: 'Feios' com conteúdo...

Os carros franceses são famosos pela feiúra, ou pelo menos por alguns exóticos e polêmicos designs, mas também pela tecnologia e inovações empregadas, sabendo como aliar sofisticação e praticidade. As marcas francesas não são tão lembradas pela esportividade quanto as alemãs e italianas, mas objetivamente falando, tiveram semelhante êxito competitivo. Carros velozes e de excelente performance que vão desde pequenos hatches apimentados até carros campeões de F1. Pra brasileiro que gosta de acelerar vale a pena ser freguês dos franceses. Allez!

-Emerson Martinez





¡Enhorabuena Campeones!

14 07 2010

¡Juntos tocamos la gloria!

Os pido una pausa en nuestras pautas de coches deportivos y automoción en general para saludar La Roja,  La Selección Española de Fútbol que cada vez más nos enorgullece con su talento y su arte. Soy orgulloso de ser español y ver como el deporte de nuestro país ha evolucionado en los últimos años. Somos primera línea en Baloncesto, Tenis, Ciclismo, Motovelocidad, Formula 1, y ahora finalmente el fútbol.

Nuestros agradecimientos para: Iker Casillas, Pepe Reina, Víctor Valdés, Raúl Albiol, Alvaro Arbeloa, Joan Capdevila, Carlos Marchena, Gerard Piqué , Carles Puyol, Sergio Ramos, Sergio Busquets, Cesc Fábregas, Andrés Iniesta, Javi Martínez, Xavi Hernández, Jesús Navas, Juan Mata, Pedro Rodríguez, Fernando Llorente, Fernando Torres,  David Villa, y el jefe callado Vicente del Bosque.

Gracias a vosotros el 11-J será una fecha histórica e imborrable.

-“El feo de cojones, Joan… ¡¡¡CAPDEVILA!!!”
-“Con el 21, desde Canarias, con su sambita, con su guasa, con su arte, por aquí, por allí, el amago, ahora sí, ahora no, te la meto, cógelo… jajajaja”

Sin más, os dejo con el speaker que és la hóstia. El tremendo Pepe Reina:

-Emerson Martinez





Holanda vs. Espanha

11 07 2010

Agora é a hora da verdade!

Pois bem amigos do Punta Taco, é chegada a hora! Como diria a saudosa (e com todo respeito, gostosa) Leila Diniz, “Brigam Espanha e Holanda pelos direitos do mar” ou da pista? Nosso último comparativo da Copa não poderia ser outro, senão de dois supercarros oriundos das duas nações finalistas do mundial na África do Sul.

A Espanha enquanto construtor de automóveis, é uma espécie de “Uruguai”. Já teve muita tradição no passado, (como dissemos aqui na matéria dos velozes Pegasos), e além destes, da peninsula ibérica vieram também a Hispano-Suiza e Abadal. Hoje porém, o país é um grande produtor de automóveis  de montadoras multinacionais, e somente a Seat e a fabricante de utilitários Santana sobreviveram como matrizes.

O espirito superesportivo espanhol sobrevive agora apenas com raras iniciativas de pequenos fabricantes como a Tramontana, e a GTA Motor Competición que é na verdade uma equipe de corridas espanhola que compete na Fórmula 3 europeia, Superleague Formula , e nas competições GT de protótipos espanhola e do continente europeu. Entre as revelações deste time está o piloto espanhol Jaime Alguersuari.

GTA Motor: das pistas para a rua, praxe entre os fabricantes de supercarros.

Tanta expertise no mundo das competições, levou a GTA a fabricar em edição limitada para as ruas seu primeiro supercarro, o GTA Spano, o carro espanhol mais veloz de todos os tempos e um dos mais rápidos do mundo na atualidade. Apenas 99 unidades do Spano serão produzidas pela GTA na sua sede em Torrent, Valência.

A holandesa Spyker também tenta incluir a Holanda na elite de produtores de carros exóticos. A marca ganhou força recentemente quando comprou a combalida montadora sueca Saab, o que tornou a marca um pouco mais conhecida. A Spyker herda o nome da antiga marca holandesa de carros e aviões Spyker que fechou as portas em 1929.

"Nulla tenaci invia est via"

Além do nome o lema também se repete: Nulla tenaci invia est via, do latim algo como: “Para os tenazes nenhuma estrada é intransponível”. Certamente não para estes holandeses que competem também nas pistas. No passado recente tiveram até equipe de Fórmula 1, e na LeMans Series categoria GT2 colocaram um dos seus modelos, o C8 Laviolette, para competir.

O último lançamento da Spyker é o C8 Aileron Spyder, que na verdade em termos de desempenho e até de proposta não é lá muito comparável ao GT Spano, devido a superioridade em potência e performance do espanhol. Em comum no entanto a origem no mundo das corridas que ambas marcas europeias possuem. Se fosse pilotar uma destas máquinas, por qual optaria?

Aileron Spyder: Literalmente uma 'Laranja Mecânica'

Spyker C8 Aileron Spyder, 2010:  O supercarro holandês vem agora em versão conversível derivado do Laviolette, e é equipado com motor Audi V8 4.2 litros e 405cv. Sua carroceria é em alumínio, e seu interior vem em um sugestivo laranja que é revestido em couro, mas pode vir também em 14 tons. Sua capota tem por sua vez 8 opções de cores.

A transmissão pode ser automática ou manual de seis marchas, o acionamento da sua capota tem acionamento eletrohidráulico. O Aleiron por questões logistícas é fabricado em uma unidade da Spyker em Whitley, no Reino Unido.

A marca dispõe de uma crescente gama de modelos esportivos e são aguardadas futuras novidades após a aquisição da Saab, quem sabe virá em breve uma verdadeira “laranja mecânica” para encantar os automobilistas do mundo inteiro.

O carro mais veloz da Casa de Orange.

Carroceria em alumínio e interior em couro. Tudo feito a mão...

Fabricantes: (Sede): Zeewolde, Holanda  (Montagem): Whitley, Reino Unido.

  • Motor: 4.2 litros, 8 cilindros em V
  • Potência: 405cv @ 5800rpm
  • Torque: 49mkgf @ 4000rpm
  • 0-100km/h: 4.5s
  • Velocidade Máxima: 300km/h

 

GTA Spano: Poderosa fúria espanhola.

GTA Spano, 2010: Serão produzidas apenas 99 unidades deste que é simplesmente o mais furioso carro espanhol já lançado. O supercarro hispânico é feito em fibra de carbono e possui algumas amenidades tecnológicas, como um teto envidraçado de transparência regulável com cristal liquido, esse mesmo recurso é aplicado como Para-Sol. Compensando tanta visibilidade para frente e para o céu, não há no entanto, visibilidade traseira que só é possivel através de uma câmera.

Ajustável também é o sistema de suspensão, tanto em geometria como em altura. Os freios para estancar seus 780cv são em carbono-cerâmica. O motor é de Viper, um V10 de 8.3 litros. A transmissão é de semi-competição sequêncial com manopla atrás do volante automática, ou alavanca no console manual.

O Spano vem credenciado pela experiência da marca GTA nas pistas. É um supercarro de fato. Um touro furioso de quase 800cv que dará mais peso a camisa da Espanha no mundo do automóvel. Ele vem exatamente da terra onde nasceu em 1976 o pequeno Ford Fiesta, em Valência, o Spano torna-se então  um marco evolutivo do país em termos econômicos, tecnológicos e quiçá futebolísticos…

Lançamento do Spano na Ciutat de les Arts, em Valência.

 

Cockpit onde desfrutarão apenas 99 sortudos...

Fabricante: GTA Motor Competición – Torrent, Valência – Espanha

  • Motor:  8.3 litros, 10 cilindros em V
  • Potência: 780cv @ 6000rpm
  • Torque: 93,8 mkgf @ 4700rpm
  • 0-100km/h: 2.9s
  • Velocidade Máxima: 350km/h

Fonte Dados Técnicos: Fabricantes

Autor: Emerosn Martinez

¡Suerte Furia Roja!

 

 

 





Passat Contra o Terrorismo

28 06 2010

VW Passat 2.0 TDI: Viatura blindada contra o terror.

A Ertzaintza (pronuncia-se ertchantcha) é a policia autonômica do País Basco (Euskadi), na Espanha, e foi formada pelo Lehendakari (presidente autonômico) Carlos Garaikoetxea em 1982. A Ertzaintza notabiliza-se pelo seu grande aparelhamento policial, no combate principalmente ao terrorismo doméstico do grupo separatista ETA.

Desde 1968 até o armistício temporário dos terroristas do ETA, eles assassinaram em inúmeros atentados, cerca de 900 pessoas. Embora a palavra ‘terrorismo’ tenha seu peso, os atentados do grupo em mais de 40 anos  equivalem a um trimestre de homicídios em SP. Entre as inúmeras viaturas da polícia basca destaco aqui o Volkswagen Passat TDI 2.0.

O Passat policial conta com blindagem contra possiveis ataques.

O motor 2.0 litros, turbodiesel e 136cv garantem ao Passat 2005 em “trajes civis” uma velocidade máxima de 211km/h e aceleração de 0-100km/h em 10.1 segundos. Mas é de se supor que esta versão policial seja algo mais lenta, devido ao peso de sua blindagem. A Ertzaintza tem sua sede em Vitória, seus policiais via de regra estão sempre com os rosto cobertos por questões de segurança. Em operações de maior escala contam também com Nissans Pathfinder de fabricação espanhola (as mesmas que vemos aqui no Brasil) e para patrulhas individuais motos BMW modelo R 1200 RT.

A Ertzaintza possui além de Passat blindados, Nissans Pathfinder...

...motos BMW e muitos outros veículos...

Apesar da violência urbana no País Basco ser baixa, assim como em toda Espanha, a Ertzaintza prefere prudentemente pecar pelo excesso e primar pela segurança tanto da população, quanto do seu corpo operativo. O Passat da polícia basca, embora alemão, encontra grande leque de manutenção na região. Graças ao DNA compartido com a marca espanhola Seat e também da fábrica Volkswagen localizada em Pamplona, Navarra fabricante do Polo europeu.

Para manter as ruas seguras o Passat tem entre muitas qualidades, fácil manutenção.

Na chefatura, pronto para a patrulha.

Embora o País Basco seja a região mais rica da Espanha com uma renda per capita de US$ 43.500, não há em todo país de Cervantes grandes distorções econômicas ou sociais como observamos entre as regiões brasileiras.

Fica dificil então entender o porque da precária condição material que trabalham as policias das duas cidades mais ricas do Brasil (SP e RJ) onde há um número bem maior de ocorrências, situações de maior risco e elevados indices de criminalidade, a bordo de pobres Golzinhos e Corsinhas.

Dizem que a necessidade faz o ladrão, mas aqui infelizmente não faz a polícia.

-Emerson Martinez

 





Seat León TDI WTCC

28 04 2010

León TDI: Bi-campeonato em cima das BMW's série 3 á gasolina.

Assim como a Audi se deu bem com o diesel em LeMans, a espanhola Seat repete o sucesso nas pistas no mundial de turismo (WTCC), não por acaso, ambas marcas fazem parte do grupo Volkswagen. A fábrica de Martorell, Catalunha, conquistou os mundiais de 2008 e 2009, derrotando as BMW série 3, Chevrolets Cruze e até Ladas.

Este video mostra em detalhes o Seat León TDI em 2008, carro de Gabrielle Tarquini que era da equipe Seat Sports. Infelizmente a montadora abandonou oficialmente a categoria, fato duramente criticado (e com razão) pelo piloto italiano.

-Emerson Martinez