Passat Contra o Terrorismo

28 06 2010

VW Passat 2.0 TDI: Viatura blindada contra o terror.

A Ertzaintza (pronuncia-se ertchantcha) é a policia autonômica do País Basco (Euskadi), na Espanha, e foi formada pelo Lehendakari (presidente autonômico) Carlos Garaikoetxea em 1982. A Ertzaintza notabiliza-se pelo seu grande aparelhamento policial, no combate principalmente ao terrorismo doméstico do grupo separatista ETA.

Desde 1968 até o armistício temporário dos terroristas do ETA, eles assassinaram em inúmeros atentados, cerca de 900 pessoas. Embora a palavra ‘terrorismo’ tenha seu peso, os atentados do grupo em mais de 40 anos  equivalem a um trimestre de homicídios em SP. Entre as inúmeras viaturas da polícia basca destaco aqui o Volkswagen Passat TDI 2.0.

O Passat policial conta com blindagem contra possiveis ataques.

O motor 2.0 litros, turbodiesel e 136cv garantem ao Passat 2005 em “trajes civis” uma velocidade máxima de 211km/h e aceleração de 0-100km/h em 10.1 segundos. Mas é de se supor que esta versão policial seja algo mais lenta, devido ao peso de sua blindagem. A Ertzaintza tem sua sede em Vitória, seus policiais via de regra estão sempre com os rosto cobertos por questões de segurança. Em operações de maior escala contam também com Nissans Pathfinder de fabricação espanhola (as mesmas que vemos aqui no Brasil) e para patrulhas individuais motos BMW modelo R 1200 RT.

A Ertzaintza possui além de Passat blindados, Nissans Pathfinder...

...motos BMW e muitos outros veículos...

Apesar da violência urbana no País Basco ser baixa, assim como em toda Espanha, a Ertzaintza prefere prudentemente pecar pelo excesso e primar pela segurança tanto da população, quanto do seu corpo operativo. O Passat da polícia basca, embora alemão, encontra grande leque de manutenção na região. Graças ao DNA compartido com a marca espanhola Seat e também da fábrica Volkswagen localizada em Pamplona, Navarra fabricante do Polo europeu.

Para manter as ruas seguras o Passat tem entre muitas qualidades, fácil manutenção.

Na chefatura, pronto para a patrulha.

Embora o País Basco seja a região mais rica da Espanha com uma renda per capita de US$ 43.500, não há em todo país de Cervantes grandes distorções econômicas ou sociais como observamos entre as regiões brasileiras.

Fica dificil então entender o porque da precária condição material que trabalham as policias das duas cidades mais ricas do Brasil (SP e RJ) onde há um número bem maior de ocorrências, situações de maior risco e elevados indices de criminalidade, a bordo de pobres Golzinhos e Corsinhas.

Dizem que a necessidade faz o ladrão, mas aqui infelizmente não faz a polícia.

-Emerson Martinez

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: